Algodão: Mesmo com a baixa oferta, a pouca demanda pressiona valores

Compartilhe

A proximidade do fim do ano e o foco no cumprimento de contratos a termo têm mantido lentas as negociações envolvendo algodão em pluma no mercado spot.

<\/div>

Do lado da demanda, boa parte das empresas já havia garantido o recebimento do produto para dezembro, segundo colaboradores do Cepea.

Para entrega a partir de janeiro de 2021, verificam-se alguns fechamentos, mas que acabam sendo limitados pela disparidade entre os preços pedidos e ofertados.

A oferta de pluma também está baixa, mas, ainda assim, acima da procura, o que tem resultando em quedas nos preços.

Entre 8 e 15 de dezembro, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, caiu 1,6%, fechando a R$ 3,7808/lp nessa terça-feira, 15.

Na parcial do mês, a queda é de 5,5%, mas, mesmo assim, o Indicador está acima da paridade de exportação, motivo pelo qual tradings têm participado mais ativamente no mercado doméstico.

Original de Cepea