Amostras de Frango Brasileira Testa Negativo para a Covid-19 em Hong Kong

Compartilhe

Testes foram feitos depois que a prefeitura de Shenzhen, cidade da China próxima de Hong Kong, anunciou que detectou o novo coronavírus em lote importado do Brasil.

Amostras de frango congelado importado do Brasil testaram negativo para a Covid-19 após exames em Hong Kong, anunciou o Centro de Segurança Alimentar local na quarta-feira (18). Os testes foram feitos como medida de prevenção depois que a prefeitura de Shenzhen, que fica nas proximidades, anunciou que detectou a presença do novo coronavírus em um pacote de asas de frango compradas de um frigorífico catarinense, no último dia 13.

<\/div>

Em comunicado, o órgão sanitário disse que autoridades de Shenzhen e brasileiras foram acionadas após o caso, e que o lote em questão não foi colocado à venda. Informou também que, por precaução, o Centro de Segurança Alimentar suspendeu o pedido de licença de importação da planta em questão para Hong Kong, enquanto a situação é apurada.

Conforme o órgão sanitário de Hong Kong, todas as 40 amostras coletadas dos lotes importados do Brasil testadas deram negativo para o novo coronavírus.

O comunicado cita ainda que a Organização Mundial da Saúde e demais autoridades da área afirmam que não há evidências de que pessoas possam contrair a doença pela comida, mas ressaltou que as pessoas devem evitar consumir produtos animais crus ou mal cozidos.

G1 ainda tenta contato com o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). A Associação Brasileira de Proteína Animal disse que vai esperar confirmação oficial para se posicionar sobre o assunto.

Covid-19 em frango

A prefeitura de Shenzhen anunciou que detectou o novo coronavírus durante controle de rotina de frango importado do Brasil, o maior produtor mundial. De acordo com o número de registro informado no comunicado, o lote pertence ao frigorífico Aurora, de Santa Catarina.

Por cauda disso, autoridades de Hong Kong decidiram suspender de forma temporária a importação de frango de uma planta frigorífica de Xaxim, no Oeste catarinense. Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o anúncio foi feito na mesma data do anúncio de Shenzhen.

No dia 14 de agosto, foi a vez das Filipinas divulgarem a suspensão temporária de carne de frango brasileira.

A suposta contaminação em pacote de frango importado do Brasil é pouco provável, segundo especialistas. Isso porque, entre outros motivos, não existe comprovação de que o vírus, mesmo congelado, consiga sobreviver na superfície por longos períodos.

Original de G1