Apesar do baixo apoio do Frango a receita cambial das carnes superou os US$11 bi no ano

Compartilhe

Em 2019, no acumulado dos dois primeiros quadrimestres, a participação da carne de frango na receita cambial das carnes superou ligeiramente os 45%, ficando quase 3 pontos percentuais à frente da receita da carne bovina (42,5%).

<\/div>

Neste ano, essas posições se inverteram totalmente, a participação do frango recuando quase 20% (36,1% do total) e a da carne bovina aumentando mais de 13% e chegando aos 48,3% do total.

E como, além da carne bovina, também a carne suína vem apresentando bom desempenho, a receita cambial do setor neste ano foi quase 9% maior que a do ano passado, aproximando-se dos US$11,3 bilhões

A maior contribuição para esse aumento vem, naturalmente, da carne bovina, cuja receita aumentou 23%, índice correspondente a um adicional de US$1 bilhão.

Proporcionalmente, a receita da carne suína aumentou bem mais – 52%. Mas como sua participação na pauta é menor (13% do total), o valor adicional foi de US$500 milhões.

Já a receita da carne de frango – que recuou perto de 13% – sofreu redução de US$600 milhões.

Original de AviSite