Apicultura: Confira dicas para começar uma criação de Abelhas

Compartilhe

Antonio Calsavara natural de São João del rei Minas gerais nascido em 5 de Julho de 1963. Em 1980, com 16 anos fui estudar no colégio agrícola Nilo Peçanha, colégio na época vinculado à universidade federal Fluminense, em Pinheiral distrito na época de Piraí, Rio de janeiro, durante os dois anos em que lá estudei, no curso de técnico em agropecuária me interessei pela matéria de apicultura e iniciei construindo as primeiras caixas utilizando caixas de tomate, juntamente com meu irmão que lá também ingressou em 1981.

Devido às condições da época o transporte era feito em bicicletas o deslocamento de até 10 quilômetros aos apiários, a coleta de mel em terrenos emprestados, ao longo dos anos meu irmão alérgico, não quis mais dedicar aí continuei trabalhando sozinho, do início até hoje as coisas foram mudando, adquiri um veículo para transporte das caixas facilitando o trabalho, buscando conhecimento através de livros contatos, até que em 2007 um grupo de amigos apicultores se reuniu e criou a associação dos apicultores de São João del-Rei, momento este em que começamos a participar, de cursos SENAR, do congresso mineiro de apicultura, o congresso Brasileiro de apicultura em 2008 em Belo Horizonte, que a cada 2 anos, acontece em um estado do Brasil e também de um congresso Mundial na Argentina em 2011, conhecimento este para melhora na produção dos produtos das abelhas e também para produção de outros produtos com a matéria-prima das abelhas.

Sendo assim, além do mel o própolis, trabalhamos com os produtos, própolis em gota, spray de própolis, shampoo de própolis, pinga com mel, hidromel, pinga de mel, pólen, pomada de própolis, também os compradores dos produtos das abelhas que compravam e pagavam a cada um preço diferenciado independente da qualidade, começamos a tomar conhecimento dos preços e com isso adquirir o melhor valor para todo o grupo, também tive oportunidade de participar de algumas feiras em São João del-Rei, Belo Horizonte e aqui na região, hoje ainda trabalhando em uma feira que acontece aos finais de semana na estação de trem de Tiradentes comercializando os produtos e divulgando, ao longo dos anos a criação de abelhas foi sempre uma segunda opção, porém em muitos momentos o retorno delas foi melhor do que o emprego que eu tinha ajudando assim na aquisição de bens, formação dos filhos e construção da casa, hoje ainda com algumas caixas em terrenos de terceiros, uma vez que os passos apícolas não comportam muitas caixas em uma mesma região, e como consegui adquiri um terreno onde resido na área rural concentrou nele algumas caixa

A história das abelhas consta que o Brasil não possuía as abelhas com ferrão, em 1839 vieram as primeiras abelhas de Portugal, trazidas pelo padre Antônio Carneiro, para o Rio de janeiro, aí conta a história que era para produção de cera para produzir velas para igreja, já outros histórias consta que era para uma maior produção de mel uma vez que as abelhas que existiam na América, aproximadamente 300 espécies, produzem um mel de excelente qualidade porém em pequena quantidade, as abelhas trazidas sendo conhecida como as abelhas europeias, abelhas estas apesar de ter o ferrão mansas, dóceis, fáceis de trabalhar, as indumentárias hoje utilizadas nem eram necessárias, em 1956 o professor Warwick Estevam Kerr, trouxe para o Brasil algumas abelhas africanas para Rio Claro São Paulo para estudo, onde acidentalmente enxames escaparam, abelhas essas popularmente ditas como agressivas sendo o termo certo defensivas pois essas estão se defendendo por isso apicultura ficou um pouco perdida atordoada pois as abelhas que se criavam em grande escala começaram a trazer problemas para os apicultores, em 1970 aproximadamente, com a introdução de indumentárias equipamentos, apicultura tomou o novo rumo

Antes de iniciar apicultura em grande escala é necessário que o interessado observe alguns cuidados

primeiro cuidado a possibilidade de ser alérgico a picada de abelhas, observar distâncias de instalação dos apiários em relação à residências, estradas, criação de animais, locais de agricultura com muita utilização de inseticidas, herbicidas, fungicidas. O pasto apícola na região, não adiantando concentrar muita abelha em um único local pois a disputa pelo pasto apícola ou seja o alimento que elas vão recolher para produzir o mel, pólen, pode ser insuficiente

Adquirir conhecimento sobre o manejo com esses equipamentos

Entre as atividades do ramo da agropecuária, apicultura ainda é um ramo bem rentável, uma vez que a procura pelos produtos destas é grande sendo que em épocas de muito oferta o lucro pode ser um pouco menor e uma vez que também depende da natureza, o homem tem mexido demais na natureza e isto pode ser que um ano por exemplo você produza em uma região 300 kg de mel e no ano seguinte não consiga tirar nem 20 isso é o uso de inseticidas queimadas desmatamento a mudança climática

Apicultura migratória também é muito interessante, apicultura essa em que você muda as abelhas durante o ano de acordo com a floração

Um exemplo você tem a criação de abelha em uma região do Rio de janeiro com alta concentração de floração entre janeiro a março, ali você instala um apiário, nos meses três meses seguintes você tem uma alta concentração de Flora apícola numa cidade próxima ou no estado próximo você muda as abelhas para este local e assim sucessivamente você tem um calendário apícola anual sendo mais trabalhoso porém mais rentável

Original de animal business