Avicultura de postura italiana “adota” Sexagem In Ovo devido a pressão de uma ONG

Compartilhe

A Assoavi, principal entidade de classe dos produtores avícolas italianos anunciou ontem, 2, que – em atenção a apelo da ONG Animal Equality, defensora do bem-estar animal – decidiu adotar a sexagem in ovo na produção de pintainhas de postura. De acordo com a associação, a medida deve evitar o sacrifício anual de 25 milhões de pintos machos.

Os italianos não estão sozinhos. Produtores da Alemanha, França e Holanda, pressionados sobretudo por entidades defensoras dos animais, também já declararam ter aderido ao sistema de sexagem in ovo.

Por: SAATKAMP, Marcio Fonte: Embrapa Suínos e Aves

O problema é que, a despeito das várias pesquisas em realização em diversos países europeus, não se conseguiu, até agora, desenvolver processo, sistema ou equipamento capaz de atender às necessidades da avicultura produtora de ovos.

<\/div>

A despeito da adesão formal ao pleito da Animal Equality, o empresário Gian Luca Bagnara, presidente da Assoavi, observa que o sistema de sexagem in ovo será disponibilizado aos avicultores italianos o mais rápido possível, “assim que esteja comercialmente disponível e seja não só aplicável, mas também economicamente viável”.

Original de AviSite