Boi: Apesar de alto custo, rentabilidade no confinamento ainda é possível!

Compartilhe

As atenções de agentes do setor pecuário nacional neste início de segundo semestre se voltam para a produção de boi gordo em confinamento.

Fonte: CNA Brasil

Segundo pesquisadores do Cepea, assim como no ano passado, as preocupações de pecuaristas estão relacionadas especialmente aos elevados custos do boi magro e da alimentação.

Cálculos realizados pelo Cepea mostram que, de fato, as margens de produtores em 2021 estão mais apertadas em relação às do ano passado, mas ainda podem ser positivas – para calcular a margem deste ano, pesquisadores consideraram os atuais preços do boi magro e do milho no estado de São Paulo e a venda do boi gordo em outubro (valores futuros da B3).

Original de Cepea