Como fica a previsão de chuva para os estados na terça-feira?

Compartilhe

Além de bastante chuva em algumas áreas, o dia promete ser mais frio por conta de ventos que sopram de sul

Sul

Na terça-feira, tem previsão de nuvens e eventual chuva isolada e fraca no Paraná e oeste de Santa Catarina, com instabilidades presentes a mais ou menos 5 km de altura. Já a umidade do mar deixa o tempo mais fechado e com chuva fraca a qualquer hora no leste e sul paranaense e norte catarinense.

Porém, no Rio Grande do Sul e na serra, sul e leste catarinense, o destaque é a manhã gelada, por causa do fortalecimento dos ventos de sul. O dia também inicia com formação de nevoeiros no leste gaúcho, mas que logo se dissipam e dão lugar ao sol. Isso acontece devido ao fortalecimento de uma massa de ar seco sobre o Sul do Brasil.

Os ventos diminuem muito de intensidade em relação aos dias anteriores, e o mar ainda segue agitado em toda a costa da região, porém já sem ressacas.

Sudeste

Um sistema frontal se afasta pelo Oceano e fica na altura do Espírito Santo, gerando tempo instável em parte do Sudeste nesta terça-feira.

Na sua retaguarda vem uma região de alta pressão atmosférica, que leva uma pista de ventos úmidos do mar contra a costa e reforça a chuva entre os Vales do Ribeira e do Paraba, Grande São Paulo, sul de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Todas essas áreas têm ventos soprando ar mais gelado do quadrante sul e tempo mais fechado, e as máximas da tarde devem ficar bem mais baixas no decorrer do dia em relação aos dias anteriores.

Por outro lado, tempo firme, sem chuva e apenas com alguma variação de nuvens nas demais áreas do Sudeste. Na costa paulista e fluminense, tem ventos moderados e mar agitado.

Fonte: Freepik

Centro-Oeste

O tempo fica aberto na maior parte das áreas da região central do Centro-Oeste, com friozinho pela manhã em Mato Grosso do Sul e em áreas mais elevadas de Goiás e Distrito Federal, por causa da mudança na direção dos ventos para o quadrante sul.

Porém, nas áreas mais a norte, tem tempo mais instável com a presença de um Vórtice Ciclônico em médios e altos níveis da troposfera e, assim, algumas pancadas de chuva chegam ao centro e norte de Mato Grosso e no norte de Goiás.

No final do dia, algumas instabilidades no Paraná propagam pancadas muito isoladas também para o extremo sul de Mato Grosso do Sul.

Nordeste

Um sistema frontal se aproxima do sul da Bahia e volta a trazer vento forte e pancadas de chuva com trovoadas para esta área. Já a chuva segue generalizada e não dá trégua na faixa norte da região, com a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) na costa norte nordestina. Destaque para Teresina que pode ter chuva volumosa e transtornos pontuais, mas a chuva também é generalizada desde o centro do Maranhão até a Paraíba.

Por fim, tempo aberto, seco e quente no interior da Bahia.

Norte

As instabilidades persistem sobre o Norte com a circulação de ventos associados à Alta da Bolívia e a um Vórtice Ciclônico, e também a presença da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) na costa norte.

Destaque para os acumulados bastante elevados e a chuva mais generalizada sobre o centro norte do Amazonas, Roraima, centro e norte do Pará e Amapá, inclusive nas capitais. Volta a chover de forma isolada também ao sul do Tocantins.

Original de Canal Rural