Confira o desempenho do Frango (Vivo e Abatido) na 46ª semana de 2020

Compartilhe

Ao mesmo tempo em que alcançou o maior valor de sua história moderna – no início da semana, cotação de até R$6,00/kg no Grande Atacado da cidade de São Paulo – aparentemente, o frango abatido resfriado também encontrou no período seu valor máximo no mês. Pois nos três últimos dias de negócios da semana sofreu ligeira desvalorização.

<\/div>

Mesmo assim, seu preço médio na segunda semana de novembro foi quase 5% superior ao da semana anterior, permitindo que encerre a primeira quinzena do mês negociado, em média, por R$5,80/kg, valor 4,88% e 22,36% superior aos registrados na média de outubro passado e de novembro de 2019, respectivamente.

O frango vivo seguiu quase a mesma marcha na medida em que também obteve reajuste nos primeiros dias da semana.

Mas, ao contrário do frango abatido, suas cotações se estabilizaram em R$4,60/kg, sem que o mercado perdesse a firmeza observada nas últimas semanas.

Essa firmeza, aliás, fica mais clara ao analisar-se o gráfico abaixo: ele mostra que nas últimas três semanas o preço do frango vivo evoluiu quase paralelamente ao do frango abatido.

Nesses 21 dias, a diferença média entre um e outro produto foi de 28%, com amplitude entre mínimo e máximo de 5,5 pontos percentuais.

Uma diferença gritante em relação ao mesmo período de 2019 quando, a despeito da média muito próxima à atual (30,99%), a amplitude entre preço mínimo e máximo foi de 35 pontos percentuais.

Fonte: AviSite

Original de AviSite