Desempenho Exportador das Carnes neste mês

Compartilhe

Além de corrigirem distorções relacionadas à carne de frango, os dados da SECEX/ME referentes às exportações de carnes da segunda semana de junho (6 a 12, cinco dias úteis) apontam desaceleração nos embarques das carnes bovina e suína.

Assim, o volume diário de carne de frango, originalmente apontado em 27.717 toneladas, agora se encontra em 17.076 toneladas, mesmo assim resultado 12,26% superior à media registrada em junho de 2020. Já os 27% de aumento previstos inicialmente para a carne suína recuaram, agora, para perto de 19%, enquanto a carne bovina apresenta, no momento, resultado negativo (queda de 7,65%, contra uma previsão de aumento de quase 12% na semana passada).

Fonte: AviSite

Como junho corrente tem o mesmo número de dias úteis de junho de 2020, os índices diários de variação se aplicam também aos totais mensais. Assim, a única queda de volume que prevalece é a da carne bovina.

Mantidos, no restante do mês, as médias diárias e os preços até aqui registrados, a receita cambial das três carnes apresentará expansão positiva. A das carnes suína e de frango, acima de 40%; a da carne bovina de, pelo menos, 10%. Porém, também essas projeções tendem a sofrer diluição com o avançar do mês.

Original de AviSite