Escoamento de Grãos: Aprovada a licitação para obras na BR-163

Compartilhe

Passam pela BR-163 a soja e o milho saídos do Mato Grosso com destino ao porto de Miritituba. A diretoria da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou o edital de licitação da BR-163/230/MT/PA, rodovia fundamental para o escoamento da produção brasileira de grãos. Após a publicação no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (31), a previsão é que o leilão ocorra em 8 de julho.

O trecho de 1.009,52 quilômetros, que liga Sinop (MT) a Miritituba (PA), prevê investimentos de R$3,06 bilhões e a geração de 30 mil empregos diretos e indiretos. A concessão é considerada estratégica pois constitui o eixo fundamental para escoamento da produção de soja e milho do Centro-Oeste e de parte do norte do país, além da ligação ao Porto de Miritituba e ao terminal ferroviário de Rondonópolis (MT).

Uma das prioridades do Ministério da Infraestrutura, o projeto presente no programa de concessões terá sinergia com outros modais de transporte, como a Ferrogrão, integrando regiões e otimizando o escoamento de áreas produtoras e fomentando a economia de 13 municípios em dois estados. Além disso, os investimentos feitos na rodovia irão melhorar a qualidade da via e minimizar os custos operacionais.

Fonte: G1-Globo

Obra histórica

Enquanto o modelo de concessão da rodovia era preparado, o MInfra, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), em parceria com o Exército brasileiro, concluiu a pavimentação total da via, após 45 anos de imagens de caminhões presos em atoleiros neste trecho, impossibilitando o término das viagens e acumulando prejuízos aos caminhoneiros.

“A revitalização da BR-163 é um antigo compromisso que fizemos com os caminhoneiros e a aprovação da sua concessão é mais uma etapa para fecharmos com chave de ouro esse trabalho que visa o progresso do Brasil”, declarou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Por: Raphael Dumont