Estimativas de safra repercutem no mercado mundial de trigo

Compartilhe

Com baixa liquidez interna e com pouca volatilidade das cotações de referência do mercado brasileiro de trigo, é esperado pelos agentes que as colheitas das culturas de verão façam o mercado voltar a aquecer.

De acordo com o analista de SAFRAS & Mercado, Jonathan Pinheiro, a elevação dos fretes neste momento da temporada colabora também para a maior dificuldade na realização dos negócios.

Conab

De acordo com o quinto levantamento feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), para a safra brasileira de grãos, a produção brasileira de trigo em 2021 deverá ficar em 6,437 milhões de toneladas, sendo o número superior em 3,3% ao produzido em 2020.

A Conab indicava uma produção de 6,234 milhões de toneladas em janeiro.

 A área plantada indicada pela Conab é de 2,39 milhões de hectares, com uma alta anual de 2,1%, contra 2,341 milhões em janeiro.

Por: Freepik

Foi projetado que a produção por hectare seja de 2.693 quilos, 1,1% acima do rendimento do ano passado, contra 2.663 quilos por hectare projetados em janeiro. 

USDA

A safra mundial de trigo em 2020/21 é estimada em 773,44 milhões de toneladas, contra 772,64 milhões de toneladas em janeiro, pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), sendo que para 2019/20, o número em 763,93 milhões de toneladas.

Era esperado pelo mercado um estoque de 312,6 milhões de toneladas, mas segundo as estimativas para os estoques finais globais em 2020/21, é que se tenha uma queda de 304,22 milhões de toneladas contra as 313,19 milhões de toneladas estimadas no mês passado, e para as reservas finais de 2019/20 foram previstas 300,1 milhões de toneladas.

A produção de trigo em 2020/21, nos Estados Unidos, é estimada em 1,826 bilhão de bushels, mesmo volume de janeiro, já a produção da safra 2019/20 ficou em 1,932 bilhão de bushels.

Foram projetados em 836 milhões de bushels os estoques finais do país em 2020/21, mesmo volume de janeiro e contra 1,028 bilhão de bushels em 2019/20, sendo que o mercado esperava 834 milhões de bushels.

Original de Agência SAFRAS adaptado para o Dia Rural.