Frango: Alta do frango faz relação de troca com o milho ser a menor desde jul/20

Compartilhe

Com a forte valorização do frango vivo e a queda no preço do milho, o poder de compra do avicultor frente ao cereal neste mês é o maior desde julho de 2020.

<\/div>

Já em relação ao farelo de soja, o cenário atual é o mais favorável desde novembro/21.

No mercado de frango, segundo colaboradores do Cepea, a demanda está firme, sustentada pelas aquecidas exportações da proteína e pelo aumento da procura doméstica no início do mês.

Já para o milho, a possibilidade de a segunda safra ser recorde vem mantendo os preços do cereal em queda.

Para o farelo de soja, a finalização da colheita somada à pressão cambial e à menor demanda pelo produto pressionam as cotações domésticas.

Dessa forma, considerando-se as médias do frango vivo comercializado no estado de São Paulo e do milho vendido em Campinas (SP), o avicultor de corte consegue comprar, nesta parcial de abril, 4,22 quilos do cereal com a venda de um quilo de frango, 26,3% a mais que em março e a maior quantidade desde julho/20.

De farelo de soja, considerando-se o derivado negociado no mercado de lotes de Campinas, o poder de compra do avicultor paulista apresenta o melhor resultado desde novembro/21.

Com a venda de um quilo de frango é possível a compra de 2,37 quilos do farelo de soja, 27% a mais que em março.

Fonte: Cepea