Homens suspeitos de furto de gado foram presos pela polícia

Compartilhe

Flagrantes ocorreram na operação ‘Confinamento’, que investiga quadrilha de furto e receptação de animais no interior do Amapá.

A Polícia Civil do Amapá recuperou 52 bichos furtados e prendeu em flagrante dois homens pelo crime de receptação de animais em Pracuúba, distante 256 quilômetros de Macapá, durante a operação “Confinamento”.

A dupla é suspeita de participar de uma quadrilha que furtou gado de fazendas do município. As prisões foram divulgadas só nesta quarta-feira (14), mas elas ocorreram no sábado (10), na propriedade de um dos investigados como sendo líder dessa organização criminosa.

Segundo o delegado Cézar Vieira, titular da Delegacia de Polícia de Pracuúba, no momento do flagrante os suspeitos ainda tentaram esconder dos policiais os animais furtados.

Fonte: Freepik

“No momento da abordagem policial, os dois suspeitos ocultavam em proveito alheio os animais, sendo tais reses pertencentes ao seu patrão, que é um dos investigados da operação. Os animais foram apreendidos e identificados mediante colocação de brincos numerados e periciados no local, sendo entregues para a vítima que os reconheceu”, afirmou.

Só nesse flagrante de sábado, a polícia encontrou 22 dos 52 animais furtados. De acordo com a Civil, a quadrilha faturava abatendo e vendendo a carne do gado roubado.

A dupla presa já foi encaminhada para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), após decretação de prisão preventiva, informou a Civil. A operação continua com as investigações sobre crimes de furto e receptação de animais, adulteração de marcas de animais e associação criminosa.

Original de G1