Leite: Produção bate recorde na América Latina com vaca brasileira

Compartilhe

“A vaca da raça Holandesa produziu mais de 190 MIL Kg de leite durante sua vida produtiva, sendo considerada a maior produção histórica vitalícia do Brasil e América Latina.”

O nome dela é “Rhoelandt 372 LEDA Doc Stormatic” (registro-BX321339); nasceu no dia 05 de
janeiro de 2003, na fazenda Rhoelandt (Castro/PR), de propriedade do criador Ronald Rabbers e
Henrieta Rabbers e alcançou pico de 190.107,92 kg de leite, 6.252,68 kg de gordura e 5.805,04 kg
de proteína.

Alcançou esta expressiva produção vitalícia acumulada com 10 lactações, em regime
de 3 ordenhas diárias. O último parto deu-se em setembro de 2020, aos 17 anos de idade, encerrou
última lactação no mês de abril de 2021.Certificado Oficial de Desempenho-Controle Leiteiro Oficial.

Fonte: APCBRH

Além de ser fantástica em produção e sólidos, obteve na classificação para tipo (Avaliação Linear de
Conformação) 90 pontos, entrando para a classe das vacas Excelentes (EX 90), ou seja, tem
excelente sistema mamário, pernas e pés, força leiteira e garupa.

Segundo Ronald Rabbers: “É uma vaca fantástica que vem de uma família produtiva, sua mãe a vaca Rhoelandt 089 LEDA Victor Doc, produziu em 5 lactações 131.547,67 kg de leite. Ela representa tudo o que buscamos em nossas vacas, ou seja, altas produções, excelente conformação e vida produtiva, e isso tudo sem perder de vista o bem-estar. Essas vacas são as primeiras a chegar na ordenha e coxo. O segredo delas é se alimentar muito bem em grande quantidade”.

A história da família Rabbers na pecuária leiteira, começou quando Lucas Rabbers, juntamente com
seus pais, irmãos e esposa, migrou da Holanda para o Brasil, mais especificamente para a Colônia
Castrolanda, em Castro/PR, em 1953. É considerada uma das mais importantes propriedades que
compõem a bacia leiteira da região.
Obteve reconhecimento nacional devido à criação de animais
com genética impecável e alto nível de produção. Além disto, Ronald coleciona mais de 10 títulos de
Criador Supremo Nacional.

As informações são da Assessoria de Imprensa da APCBRH e ABCBRH, adaptadas pela equipe MilkPoint.

Fonte: MilkPoint