Limite para entrega do Livro Caixa do Produtor Rural se aproxima!

Compartilhe

O prazo de entrega do Livro Caixa Digital do Produtor Rural- LCDPR termina no dia 31 de maio, mesmo dia da data-limite do envio do Imposto de Renda Pessoa Física.

Esta obrigatoriedade se dá aos produtores rurais que tiveram, em 202o, uma receita bruta superior a R$7,2 milhões.

O Livro Caixa já estava previsto na Lei do Imposto de Renda, porém foi apenas em 2018 que surgiu a necessidade do produtor disponibilizar estes dados em meio digital para facilitar eventuais investigações da Receita Federal. Nessa fiscalização, itens informados em desacordo com outras declarações e cadastros podem chamar a atenção e resultar em sanções para o contribuinte.

O que é o Livro Caixa?

No Livro Caixa devem ser incluídos todos os pagamentos e recebimentos em dinheiro, lançados de forma cronológica – dia, mês e ano. Ele é um livro auxiliar de registro contábil, e seu uso é optativo.

Na prática, o Livro Caixa, adotado pelo departamento contábil da empresa, como o próprio nome diz, tem por objetivo controlar os lançamentos de entrada e saída da conta “Caixa” da empresa, uma vez que quando se inicia uma pessoa jurídica, é imprescindível que ela tenha um controle econômico de suas despesas e lucros.

Detalhamento

Geralmente, as anotações e apontamentos neste Livro são sistemáticas, regulares, diárias e bem detalhadas. Portanto, nele não devem ser registrados proventos futuros, como as notas ainda não compensadas e os cheques pré-datados.

Orientações

É aconselhável que as empresas guardem todos os comprovantes de pagamentos [impostos em geral, contas de energia elétrica, internet, água, material de limpeza, etc] e as Notas Fiscais, uma vez que são eles que ajudarão a preencher o Livro Caixa corretamente.

Fonte: Freepik

Estrutura

Deve-se conter no Livro Caixa:

1) Data do registro: a data do ocorrido, sendo a entrada ou saída;

2) Breve histórico: breve descrição sobre o fato ocorrido;

3) Entradas: também conhecido por “créditos”, diz respeito a tudo o que se refere a recebimentos da empresa;

4) Saídas: ou débitos, trata dos pagamentos e débitos em geral;

5) Saldo: deve conter o remanescente pós-operações do último dia. Para se obtiver o resultado é preciso somar o saldo restante no dia anterior com o as entradas e subtrair as saídas.

Simples Nacional

De acordo com a Lei nº 9.317, de 1996, as empresas optantes pelo Simples Nacional tem a obrigação de registrar o Livro Caixa, observando todas as diretrizes da legislação, incluindo os lançamentos diários e as informações da abertura e fechamento da empresa, sempre em números de entrada e saída de dinheiro.

Fonte: Danielle Ruas – Portal Dedução

FCQ Advogados Escritório de Serviços Jurídicos Full-Empresarial – BRASIL // PORTUGAL, Conceituado e moderno escritório de serviços jurídicos que atua no conceito Full-Service Empresarial, com um corpo jurídico altamente qualificado, apresenta uma trajetória de sucesso na prestação de serviços nas diversas áreas do Direito.