Mandioca: Clima e baixo rendimento antecipam recesso de indústrias

Compartilhe

A semana passada foi marcada por chuvas em praticamente todas as regiões que cultivam mandioca e que são acompanhadas pelo Cepea, dificultando os trabalhos de campo.

<\/div>

Porém, boa parte dos mandiocultores já havia encerrado a colheita nas semanas anteriores, devido ao menor rendimento de amido das raízes. Assim, muitas firmas anteciparam o recesso de fim de ano, interrompendo a moagem já na semana passada.

Como resultado, estimativas do Cepea apontam que o processamento de raízes pelas fecularias somou 17,5 mil toneladas, 51,2% abaixo do apurado anteriormente. No geral, houve equilíbrio entre oferta e demanda, e os preços oscilaram pouco.

Entre 14 e 18 de dezembro, o preço médio nominal a prazo para a tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 452,92 (R$ 0,7877 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), leve alta de 0,2% frente à média anterior.

Original de Cepea