Mandioca: Preços tem alta com maior disputa por matéria-prima

Compartilhe

A disponibilidade de lavouras de mandioca de segundo ciclo está baixa em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea.

Além disso, a estiagem continua dificultando os trabalhos de campo. Como resultado, muitas empresas passaram a se abastecer em regiões mais distantes, aumentando a disputa pela matéria-prima.

Quanto aos preços, entre 20 e 24 de setembro, a média nominal a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 522,60 (R$ 0,9089 por grama de amido), 0,8% acima da verificada no período anterior.

Fonte: Cepea