Mapa auxiliados Produtores no manejo de pragas em plantações de café

Compartilhe

Em Minas Gerais, estações de avisos fitossanitários têm ajudado produtores a controlar doenças que atingem as lavouras

Estações de avisos fitossanitários mantidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a Fundação Procafé, estão auxiliando produtores de café das regiões do Sul de Minas, do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba, no estado de Minas Gerais, na defesa fitossanitária da cafeicultura, redução de custos de produção e minimizando impactos ao meio ambiente.

O sistema de informações automatizado emite avisos periódicos que subsidiam o manejo de pragas da cultura cafeeira no estado. O objetivo é usar o clima como aliado no controle das pragas e doenças do café.

Fonte: Gov.Br

“Os dados climáticos coletados são analisados em conjunto com observações de campo, gerando boletins de avisos mensais. Os avisos possibilitam a atualização das informações relacionadas ao efeito das condições climáticas no desenvolvimento da cultura atendida e incidência de pragas e doenças, visando um controle mais eficiente”, observa o diretor do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas, Carlos Goulart.

Atualmente, as estações de avisos fitossanitários mantidas pelo Mapa encontram-se instaladas nos municípios de Varginha, Carmo de Minas, Boa Esperança, Muzambinho, Araxá, Patrocínio e Araguari. Também existe uma estação em Franca, no estado de São Paulo, adquirida com recursos de uma cooperativa local.

As informações coletadas são divulgadas mensalmente por meio dos Boletins de Avisos Fitossanitários, disponíveis no site da Fundação Procafé.

Original de Gov.Br