Missão de Inovação Agrícola para o Clima é aderida pelo País

Compartilhe

O Brasil aderiu à iniciativa “Agriculture Innovation Mission for Climate (AIM-C)”, proposta conjunta dos Estados Unidos e dos Emirados Árabes Unidos para fomentar a inovação, a pesquisa e o desenvolvimento (P&D) em agricultura no mundo. A plataforma foi anunciada hoje, 23/4, durante a Cúpula de Líderes sobre o Clima. Participam, ainda, Austrália, Dinamarca, Reino Unido, Singapura e Uruguai.

Os termos da iniciativa e o plano de trabalho serão definidos até a Cúpula de Sistemas Alimentares, em setembro próximo, em Nova York, e deverá apresentar propostas concretas na 26ª Conferência das Partes da UNFCCC (COP 26), em novembro de 2021.

O Brasil contribuirá com evidências sobre as potencialidades da agricultura tropical e as diversas tecnologias desenvolvidas e implantadas no país para assegurar sistemas produtivos de baixa emissão de carbono, como aquelas que integram o Plano ABC.

Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Arquivo / Secom

A AIM-C inspira-se na ‘Mission Innovation’, lançada em 2015, com participação brasileira e com a meta de dobrar, em 5 anos, os investimentos em pesquisa e desenvolvimento na área de energia renovável.

Até a COP-26, a nova iniciativa pretende anunciar um incremento coletivo nos investimentos globais em inovação e P&D voltados para sistemas agroalimentares resilientes e resistentes a mudanças climáticas. Pretende, ainda, delinear estrutura para a discussão e promoção de prioridades, nos níveis nacional e internacional, que permita amplificar as ações de seus membros.

Investimentos em inovação deverão aumentar a produtividade agrícola, de modo sustentável e com consequente redução de emissões de gases do efeito estufa. É fundamental assegurar, ainda, que as tecnologias estejam disponíveis aos produtores a custos acessíveis, contribuindo para a renda no campo e a democratização no acesso ao alimento. Ao catalisar os investimentos mundiais em pesquisa agropecuária, a iniciativa espera poder disseminar globalmente ações rápidas, eficientes e transformadoras a partir de políticas e decisões baseadas em dados e ciência.

Original de Gov.Br