14°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Brasil e China fecham acordo bilateral de meio bilhão de dólares para exportação de café

Acordo entre ApexBrasil e Luckin Coffee visa impulsionar mercado de café brasileiro na China, em meio ao crescente interesse pelo produto no país asiático.

06/06/2024 às 09h26
Por: Carlos Freitas Fonte: Redação
Compartilhe:
Brasil e China fecham acordo bilateral de meio bilhão de dólares para exportação de café/Créditos de imagem Freepik
Brasil e China fecham acordo bilateral de meio bilhão de dólares para exportação de café/Créditos de imagem Freepik

Durante a viagem à China do vice-presidente Geraldo Alckmin, foi estabelecido um acordo bilateral para a compra de café brasileiro. O acordo, firmado na terça-feira, 4, entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações (ApexBrasil) e a Luckin Coffee, maior rede de cafeterias da China, durante o Seminário Econômico Brasil-China, tem um valor estimado em meio bilhão de dólares.

As 120 mil toneladas de grãos brasileiros abastecerão a principal importadora de café brasileiro na China, a Luckin Coffee, que possui mais de 16 mil lojas espalhadas pelo país. Embora a China seja tradicionalmente conhecida como uma nação consumidora de chá, a nova geração tem demonstrado um crescente interesse pelo consumo de café.

"Em 2022, a China importou 80 milhões de dólares em café brasileiro, um número que cresceu para 280 milhões em 2023. Com este novo contrato, esperamos um aumento ainda maior no consumo de café na China", explicou o presidente da ApexBrasil, Jorge Viana.

Apenas em Xangai, há uma impressionante quantidade de 9.553 cafeterias, a maior concentração em uma cidade em todo o mundo. Um estudo realizado pelo Hongqiao International Coffee Hub, Universidade Jiao Tong de Xangai, plataforma de serviços online Meituan e plataforma de entrega de alimentos Eleme revelou que a indústria de café na China cresceu 17% anualmente de 2020 a 2023, com um mercado local estimado em 36 bilhões de dólares, segundo o China Daily.

O acordo representa uma importante oportunidade para o Brasil se destacar como fornecedor de café em meio ao aumento exponencial do consumo na China. Vinicius Estrela, diretor executivo da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BCSA), ressaltou que o acordo abre portas para a promoção do café brasileiro e a inserção de cafés especiais no mercado chinês.

O memorando de intenções também está vinculado aos programas ExportaMaisBrasil, ExportaMaisAmazônia e ExportaMaisNordeste. O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, destacou o compromisso do Brasil com a sustentabilidade na produção de café.

O vice-presidente Geraldo Alckmin ressaltou o valor social da bebida, afirmando que o café representa uma importante fonte de renda para pequenos produtores e agricultura familiar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
20°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 28°

19° Sensação
4.12km/h Vento
49% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Dom 29° 15°
Seg 30° 17°
Ter 31° 17°
Qua 30° 17°
Qui 31° 17°
Atualizado às 07h06
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,81 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,13%
Bitcoin
R$ 369,954,05 +0,60%
Ibovespa
121,341,13 pts 0.74%
Publicidade
Publicidade