Números oficiais não mostram a realidade das Exportações de Carne de Frango

Compartilhe

Oficialmente, as exportações de carne de frango in natura de outubro retrocederam ao menor volume dos últimos 20 meses, ficando restritas a pouco mais de 296 mil toneladas.

<\/div>

Na realidade, porém, devem ter ultrapassado as 300 mil toneladas. E se não chegaram às 315 mil toneladas sugeridas há pouco mais de uma semana pelo AviSite, ficaram muito próximas disso.

Pelos dados da SECEX/ME, o volume de produto in natura embarcado no mês passado resumiu-se a 296.637 toneladas Mas – parece estar claro – esse volume não reflete a totalidade do mês.

Porque, aparentemente, em 2020 o órgão passou a considerar o dia dos funcionários públicos (ponto facultativo para a classe) como data não útil. E se isso se confirmar, os embarques de 30 de outubro, último dia útil do mês, não foram computados.

Rememorando, desde que, há quase um mês, divulgou os primeiros dados de outubro, a SECEX/ME apontou que outubro de 2019 teve 22 dias úteis, um a menos que o observado no calendário oficial. E agora, ao divulgar os dados finais de outubro de 2020, indica que o mês teve, não 21, mas apenas 20 dias úteis. Por que?

A única explicação parece estar no fato de que em 28 de outubro se comemora o Dia do Servidor Público, ocasião em que, devido ao ponto facultativo, não há expediente nos órgãos públicos e, por decorrência, não ocorre contabilização das exportações. Daí um dia útil a menos no mês.

Em outubro passado isso se repetiu. Mas, devido às proximidades de um feriadão, o ponto facultativo do dia 28 foi transferido para dois dias depois, 30, último dia útil do mês.

Em consequência, parece estar claro que, nos dados divulgados pela SECEX/ME não estão inclusos os embarques dessa data e, assim, os números do órgão se encontram restritos aos primeiros 20 dias úteis do mês.

Supondo-se que também no dia 30 de outubro os embarques efetivados mantiveram a média diária observada nos 20 dias úteis anteriores – perto de 14.832 toneladas – as exportações efetivas de outubro passado giraram em torno das 311,5 mil toneladas, recuando cerca de 3% sobre o mês anterior e perto de 7% sobre outubro de 2019.

Por ora, porém, os números da SECEX/ME indicam queda mensal de 7,34% e anual de 11,35%.

Fonte: AviSite

Original de AviSite