Ovos: preços tem queda no encerramento da primeira quinzena

Compartilhe

O movimento mais moroso nos negócios realizados com ovos brancos e vermelhos em todos os elos da cadeia de negociação impôs novo retrocesso de preços no último dia de negócios da primeira quinzena, 51ª semana de 2020.

<\/div>

A nova queda – 1ª da semana, 3ª do mês, 51ª do ano – derrubou o preço médio diário para valor cerca de 5% abaixo do patamar de abertura de dezembro, mas, por ora, equivale a aumento de 9% sobre o recebido no mesmo período do ano passado.

Entretanto, o índice positivo anual tem pouco significado considerando os aumentos expressivos verificados na aquisição do milho (54%) e farelo de soja (96,6%) que tiram toda a sustentação econômica da atividade.

O ambiente de negócios deve abrir o período da segunda quinzena fragilizado pelos excedentes e baixo giro da mercadoria junto ao consumidor final. De toda forma, no mesmo período do ano passado os preços permaneceram estabilizados.

Fonte: OvoSite

Original de OvoSite