Pacote de estímulos norte-americano pode vir a prejudicar competitividade brasileira

Compartilhe

Para o comentarista do Canal Rural Benedito Rosa, ex-secretário agrícola do Ministério da Agricultura, falta suporte aos produtores brasileiros

O pacote de estímulos fiscais de US$ 900 bilhões aprovado pelo Congresso dos Estados Unidos inclui ajuda de US$ 13 bilhões para o setor agropecuário, de acordo com detalhes divulgados pela senadora democrata Debbie Stabenow, de Michigan.

<\/div>

Desse montante, que será usado na compra de alimentos e em pagamentos diretos, US$ 5 bilhões serão destinados a agricultores e US$ 3 bilhões, a criadores de animais de produção.

O valor vai se somar aos US$ 46 bilhões em pagamentos diretos do governo federal a produtores rurais projetados para este ano. Boa parte desses pagamentos é para compensar perdas causadas pela pandemia de covid-19.

Por causa dessa ajuda, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) estima que a renda total do setor agropecuário este ano será a maior em sete anos.

Para o comentarista do Canal Rural e ex-secretário agrícola do Ministério da Agricultura, Benedito Rosa, a medida pode criar uma condição desigual e prejudicar a competição do Brasil frente ao país norte-americano.

“O que estamos vendo é que os Estados Unidos está demonstrando que se preocupa com a renda dos produtores locais e que sempre estão pensando em pacotes de medidas que protegem quem está na linha de frente da produção. Já no Brasil, falta suporte aos produtores”, diz.

Original de Canal Rural