Produção de Girassol em GO é a terceira maior do país

Compartilhe

Plantio ocorre no período entressafra e fornece uma renda extra aos produtores

O estado de Goiás é o terceiro maior produtor de girassóis do país, possuindo 16 mil hectares plantados. Toda essa área é agraciada com a coloração amarela da flor, que tem origem na América do Norte.

<\/div>

Além disso, essa produção é distribuída para venda em todo o Brasil, mas os maiores mercados consumidores estão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Depois da colheita, os grãos podem ir para as indústrias, enquanto as flores abastecem vários locais — desde algumas floriculturas de Goiânia, até outros pontos de venda, como supermercados.

Outra grande vantagem da espécie é o fato de fornecer uma renda extra aos pequenos produtores, já que o cultivo é feito no período entressafra.

O ano agrícola não é o mesmo utilizado por outras indústrias. Ou seja, o início nem sempre é em janeiro. O cultivo de algumas espécies depende, em especial, das condições climáticas nas quais elas estão mais habituadas a se desenvolverem. Normalmente, o ano para um produtor começa com a estação de chuvas, para que as plantas possam ter água no solo.

Muitas culturas possuem ciclo curto, se desenvolvendo apenas durante alguns meses no ano devido às condições climáticas. Após o período de safra — quando são colhidas –, o solo entra em pousio, nome técnico para o período no qual o solo permanece em repouso ou descanso. Nessa época do ano ele fica sem atividade agrícola, forçando os produtores a encontrar outras fontes de renda.

O período entre o fim da colheita e o novo cultivo é chamado de entressafra. Para obter algum dinheiro nessa época do ano, uma opção para os agricultores é plantar culturas de ciclo anual curto, mesmo com condições climáticas menos favoráveis.

Por este motivo, também é chamado de safrinha. É durante esse momento que os girassóis são plantados, assim como o milho.

Original de segs