PronaSolos: Avanço da plataforma permite acesso a todos que produzem dados sobre solos no país

Compartilhe

O aprimoramento tecnológico permitirá facilidade no funcionamento para que dados, informações, conhecimentos e tecnologias sejam apropriados pela sociedade

O Governo Federal, por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), lançou nesta sexta-feira (17/12), o segundo módulo da plataforma tecnológica do Programa Nacional de Solos – PronaSolos. O objetivo é definir uma melhor arquitetura tecnológica para a plataforma, de forma auxiliar políticas de governança, definição e validação de perfis de usuários, estruturação de bancos de dados.

<\/div>

O aprimoramento tecnológico permitirá uma usabilidade e performance para que dados, informações, conhecimentos e tecnologias gerados pelo programa sejam plenamente apropriados pela sociedade. Desta forma, a partir de agora, todos que produzem dados de solos no Brasil poderão contribuir e usufruir os serviços e tecnologias do PronaSolos, por meio de uma ferramenta interativa aberta ao público.

O grande diferencial da Plataforma PronaSolos é integrar não somente os dados de referência, temáticos e cadastrais, produzidos por instituições como Embrapa, CPRM, IBGE, OEPAS, Universidades e MAPA, mas também trazer conteúdo de Instituições de Ensino, Pesquisa e Extensão Rural públicas e a iniciativa privada.

Segundo a coordenadora do Comitê Executivo do PronaSolos, Maria de Lourdes Brefin, esta entrega é fundamental para a consolidação da governança da plataforma em todo o território nacional, conectando os agentes locais, regionais e federais. “Esta é uma nova fase que levamos à frente desta nova plataforma mais robusta e mais segura”, declara.

Novas funcionalidades

Durante a exibição do módulo foram apresentadas novas funcionalidades implementadas em forma de Widgets, como busca por SQL (consulta seletiva por perfis alfanumérica), consulta avançada (a partir de operadores geoespaciais), Layer list, permitindo visualizar os metadados antes de decidir pelo download e impressão da pesquisa realizada. Isso permitiu a geração do Catálogo de Referência de Dados de Solos com a formação da comunidade PronaSolos, composta pelos perfis de acesso: Comitê Estratégico, Comitê Executivo, Curadoria, Administrador Regional e Colaborador-Pesquisador.

Para o coordenador de TI da Fundação de Apoio à Universidade Federal de Lavras, Marcio Santana, a ferramenta é considerada uma rede profissional de solos. “Com um ambiente de integração e gestão de Políticas Públicas permitindo que utilizemos o Solo como Base para o Planejamento Estratégico Nacional”, declara.

“O solo é um dos recursos naturais mais importantes para a humanidade devido a suas funções múltiplas, sendo base para a garantia da segurança alimentar e para a preservação da biodiversidade”, destaca o coordenador do comitê estratégico do PronaSolos, Cleber Soares.

“Em um cenário de desafios globais, como a mudança do clima, o solo também é um grande sumidouro de carbono. O solo é o principal patrimônio do produtor rural e por meio do solo, sobre o solo ou dentro do solo é que se cultiva tudo o que se consome em termos de agropecuária”, reforça Soares sobre a importância de ter dados sobre os solos brasileiros.

Em dezembro de 2020, houve o lançamento da Plataforma PronaSolos – Módulo 1, representada por meio do Portal PronaSolos, que integrou dados e informações sobre solos existentes no Brasil e, do Portal de Comunicação, em que os dados, o conhecimento e as tecnologias geradas no escopo do programa foram disponibilizados em linguagem acessível aos usuários de diferentes perfis.

Com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Fonte: Gov.BR.