Queda na temperatura e impactos no mercado do boi gordo

Compartilhe

Nas praças paulistas, as escalas confortáveis devido ao discreto aumento da oferta ao longo da semana, em função do frio no estado e o consumo compassado, mantiveram os preços estáveis na última quinta-feira (1/7) na comparação diária.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, o boi gordo foi negociado por R$317,00/@, preço bruto e a prazo.

No Oeste de Santa Catarina, na comparação feita dia a dia, as cotações ficaram estáveis, após no dia anterior. O cenário é de oferta reduzida.

Por: Freepik

Assim, o boi, a vaca e a novilha gordos ficaram cotados, respectivamente, em R$322,00/@, R$298,00/@ e R$315,00/@, preços brutos e a prazo.

No Noroeste do Paraná, o cenário é de pouca oferta, mas com escalas confortáveis com um consumo de carne bovina lento. As condições climáticas têm preocupado os negociantes.

Os preços do boi, da vaca e da novilha gordos ficaram estáveis na comparação diária e estão sendo negociados, respectivamente, em R$313,00/@, R$298,00/@ e R$304,00/@, preços brutos e a prazo.

Análise originalmente publicada no informativo Tem Boi na Linha de 1/7/2021.

Original de Scot Consultoria