Valor Bruto de Produção agropecuária deve crescer 12,1% no estado de Goiás

Compartilhe

Número reflete excelente desempenho do Estado, com destaque para grãos e pecuária. “Os números confirmam a vocação agropecuária do Estado de Goiás, que ano a ano vem se destacando quando o assunto é produção do campo”, afirma o secretário Antônio Carlos

De acordo com atualização do levantamento da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgada em outubro, a estimativa é de que o Valor Bruto de Produção (VBP) goiano cresça 12,1% em relação a 2019.

O VBP da agricultura do Estado de Goiás deve alcançar R$ 43,4 bilhões (incremento de 15,4% em relação a 2019), representando 66,9% do VBP goiano.

Já o VBP da pecuária deve fechar 2020 em R$ 21,4 bilhões (aumento de 5,9% em relação a 2019), um total de 33,1% do VBP goiano.

O VBP mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano e corresponde ao valor bruto dentro do estabelecimento.

Conforme análise da Gerência de Inteligência de Mercado da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), entre as produções com maior destaque, a soja lidera, com alta de 39,8% em relação a 2019, totalizando R$ 20,7 bilhões, participando com 47,6% do VBP da agricultura goiana.

Já a produção bovina deve participar com 50% da pecuária goiana e 9,3% do VBP nacional de bovinos, em um total de R$ 10,7 bilhões.

O milho também deve crescer, com estimativa de desempenho 27,8% superior a 2019, totalizando R$ 8,9 bilhões (10,4% do VBP nacional do milho).

“Os números confirmam a vocação agropecuária do Estado de Goiás, que ano a ano vem se destacando quando o assunto é produção do campo. Certamente, com as políticas públicas de incentivo e valorização da produção, nossos resultados continuarão sendo destaque no cenário nacional”, afirma o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto.

Segundo ele, a safra recorde de grãos e o empenho dos produtores mesmo diante da crise sanitária mundial foram fundamentais para estimular o setor e atrair recursos para o Estado de Goiás.

Arroz e feijão

Quando se analisa o VBP de 2020, as estimativas para o arroz chamam a atenção, com expectativa de crescimento de 17% em relação à 2019, em um total de R$ 114,0 milhões.

O feijão, também indispensável no prato brasileiro, deve perceber alta de 6% em relação a 2019, sendo que a produção goiana compõe 11,3% do VBP nacional do grão, reforçando Goiás como terceiro maior produtor nacional.

Original de GOV.BR