Veja os informes dessa sexta: Soja atinge R$ 160 em Paranaguá (PR) com recuperação em Chicago

Compartilhe

Ainda no mercado de grãos, geadas fazem o milho avançar 5,8% no indicador do Cepea, confira essa e outras notícias

  • Boi: arroba segue estável em torno de R$ 320 em São Paulo
  • Milho: geadas fazem saca avançar 5,8% na semana
  • Soja: saca volta a ficar acima de R$ 160 no porto de Paranaguá (PR)
  • Café: queda em Nova York traz ajuste negativo ao mercado brasileiro
  • No Exterior: investidores aguardam dados do mercado de trabalho nos EUA
  • No Brasil: Caged mostra mais um mês de forte criação de vagas de trabalho

Boi: arroba segue estável em torno de R$ 320 em São Paulo

De acordo com a consultoria Safras & Mercado, a arroba segue estável em torno de R$ 320 em São Paulo, em cenário monótono há pelo menos duas semanas. Segundo o analista Fernando Iglesias, há alguns relatos pontuais de negócios acima da referência média, mas estão localizados sobretudo em animais que cumprem os requisitos para exportação.

De acordo com os dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as exportações de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada chegaram a 140,31 mil toneladas em junho. Apesar da aceleração em relação aos resultados dos cinco primeiros meses do ano, o número ficou 7,64% abaixo do que foi registrado no mesmo período do ano passado.

Milho: geadas fazem saca avançar 5,8% na semana

O indicador do milho do Cepea teve um dia de alta dos preços e já acumula uma valorização de 5,8% na semana em decorrência das geadas. A cotação variou 1,88% em relação ao dia anterior e passou de R$ 89,57 para R$ 91,25 por saca. Assim sendo, no acumulado do ano, o indicador valorizou 16,02%. Em 12 meses, os preços alcançaram 84,31% de alta.

Na B3, os contratos futuros do milho também tiveram um dia de valorização, reagindo positivamente ao clima frio. Dessa forma, avanços foram observados em toda a curva futura. O ajuste do vencimento para julho passou de R$ 89,15 para R$ 91,03, do setembro foi de R$ 91,50 para R$ 93,44 e do março/22, de R$ 95,06 para R$ 96,49 por saca.

Soja: saca volta a ficar acima de R$ 160 no porto de Paranaguá (PR)

O indicador da soja do Cepea para o porto de Paranaguá (PR) teve um dia de alta dos preços e voltou a ficar acima de R$ 160 por saca após cerca de 15 dias. A cotação variou 3,6% em relação ao dia anterior e passou de R$ 158,12 para R$ 163,81 por saca. Dessa forma, no acumulado do ano, o indicador valorizou 6,44% e em 12 meses, os preços alcançaram 41,25% de alta.

No mês de junho, as exportações brasileiras de soja alcançaram 11,11 milhões de toneladas e ficaram 12,74% abaixo das 12,74 milhões de toneladas embarcadas no mesmo período do ano passado. A média diária exportada ficou em 529,46 mil, contra 606,74 mil na comparação com o mesmo mês de 2020.

Designed by Stock Adobe
Designed by Stock Adobe

Café: queda em Nova York traz ajuste negativo ao mercado brasileiro

A queda nas cotações dos contratos do café arábica em Nova York trouxe ajustes negativos no mercado físico brasileiro de café, de acordo com a consultoria Safras & Mercado. No sul de Minas Gerais, o arábica bebida boa com 15% de catação passou de R$ 825/830 para R$ 820/825, enquanto que no cerrado mineiro, o bebida dura com 15% de catação foi de R$ 830/835 para R$ 825/830 por saca.

Em Nova York, os contratos futuros do café arábica chegaram ao terceiro dia consecutivo de baixas e se afastaram um pouco do nível de US$ 1,60 por libra-peso. O vencimento para setembro caiu 2,10% e passou de US$ 1,5975 para US$ 1,5640 por libra-peso. A temperatura fria em regiões produtoras no Brasil gerou volatilidade no mercado, mas a realização de lucros prevaleceu no movimento do dia.

No Exterior: investidores aguardam dados do mercado de trabalho nos EUA

No encerramento desta semana, os investidores estarão com foco total direcionado ao Relatório de Emprego, conhecido como Payroll, nos Estados Unidos, para o mês de junho. O documento traz a criação de vagas formais na economia norte-americana e é um dado muito aguardado pelo mercado para medir o ritmo da atividade econômica nos EUA.

Ainda no campo do mercado de trabalho, nesta quinta-feira, 01, os números de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos foram divulgados. Houve uma pequena queda de 51 mil pedidos na última semana, o que fez com que uma nova mínima desde o início da pandemia fosse atingida.

No Brasil:  Caged mostra mais um mês de forte criação de vagas de trabalho

O resultado de maio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados mostrou mais um mês de forte criação de vagas formais de emprego. Foram 280.666 vagas, ante uma projeção de 150 mil dos analistas de mercado. Com isso, no acumulado dos cinco primeiros meses do ano, o saldo chegou a 1,233 milhão de vagas.

Apesar do bom resultado de indicadores macroeconômicos nesta semana, a bolsa brasileira segue em correção. O Ibovespa recuou 0,90% e fechou o dia cotado a 125.666 pontos. Enquanto isso, o dólar comercial teve alta de 1,45% e voltou a fechar acima dos R$ 5,00, chegando aos R$ 5,045, e seguiu o avanço da moeda norte-americana no exterior.

Original Canal Rural